Vida Cristã

Quinta, 05 Agosto 2010 10:13

Jogos de Comparação

Escrito por

Por que será que olhamos tanto para a vida dos outros? Queremos saber quem comprou avião, quem trocou de carro, quem bateu o carro, quem foi mandado embora do trabalho, que casou, quem separou e até quem está endividado ou com o dinheiro sobrando.

O problema de olhar para a vida dos outros é o caminho perigosíssimo de ficar comparando quem é melhor ou quem é pior em determinadas situações. Será que Lavras é melhor que Varginha? Qual a melhor universidade a UFLA ou UNILAVRAS? A  rádio cultura é melhor do que outra rádio da região? O bairro Nova Lavras é melhor do que a Vila São Francisco? A minha casa é melhor do que a sua? O meu marido é melhor do que o seu?.

A nossa relação com o próximo deve ser baseada no amor e não na competição. Esses jogos de comparação não possuem inspiração divina mas demoníaca. Esse é o típico jogo da maldade que só gera destruição. Deus não te fez nem melhor e nem pior do que ninguém. Você é único. Não existe ninguém igual a você neste mundo. Seja portanto a imagem e semelhança de Deus e não uma cópia pirata e piorada de outras pessoas. Em nome de Jesus, a partir de hoje você vai ficar livre de todo jogo de comparação que é um jogo maldito da morte.

Essa verdade já está estampada no primeiro livro da bíblia, cujo texto nos serve de base para a mensagem de hoje. Caim e Abel foram oferecer um sacrifício a Deus. Mas Caim ficou magoadinho porque Deus agradou da oferta de seu irmão. Com esse sentimento maldito no coração, mesmo que avisado por Deus, Caim matou seu próprio irmão Abel no campo. Jogos de comparação são jogos de morte. Jogos de comparação tem inspiração demoníaca. Devemos orar e pedir a Deus para que esta verdade seja gravada no nosso coração porque senão muita gente inocente vai morrer. Muito sangue inocente será derramado. O pai não é melhor e nem pior do que o filho. O filho também não é melhor e nem pior do que o pai. Essa relação não é de comparação, de competição mas de amor. Um irmão não é melhor nem pior do que outro irmão. Quantas pessoas inocentes sofrem com este tipo de comparação destrutiva, quantas pessoas estão feridas,com a auto estima baixa às vezes até mesmo nas drogas por causa dos malditos jogos de comparação.

Em Barretos um peão de rodeio matou o outro competidor só porque ele era bom e ganhava títulos. Certamente ele morreu ferido, sangrando, inocente e sem saber porque estava morrendo, mas ele foi mais uma vítima dos jogos de comparação.

Quando você entra nos jogos de comparação, no caminho destruidor da inveja, você na verdade está desprezando, está jogando fora, está matando toda a beleza e dignidade que Deus colocou em sua vida como também na vida da pessoa com a qual você está se comparando.

Em nome de Jesus a partir de hoje que seus olhos sejam abertos e que você seja um instrumento de amor nas mãos de Deus e não uma cópia pirata estragada pelos jogos de comparação.

Que Deus nos ilumine. Que a Palavra de Deus se implante como verdade eterna nos nossos corações. E que a partir de hoje a nossa vida seja totalmente liberta dos jogos de comparação porque há um Deus que nos fez únicos e especiais para uma boa obra.

Confira o texto da passagem bíblica abaixo:

 Gênesis  4:6-7 – E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? Por que descaiu o teu semblante. Se fizeres o bem não haverá aceitação para ti? E se não fizeres bem o pecado jaz à porta e para ti será o seu desejo e sobre ele dominarás.

Quinta, 30 Dezembro 2010 09:33

Vamos Conversar?

Escrito por

Você gostaria de conversar sobre assuntos de seu interesse dentro de uma orientação cristã?

Gostaria de desabafar, dizer o que está sentindo, abrir seu coração?

Neste site queremos te ouvir e aproximar ainda mais de você.

Escreva-nos uma carta. Você não precisa se identificar pois, Deus já sabe quem você é e nós só queremos uma chance de orar, buscar orientação bíblica e expressar o amor de Cristo.

A direção do Espírito Santo fará toda a diferença.

Para escrever basta clicar no link cartas/conversa amiga no alto da página principal ou no menu ao lado deste site.

Relembre o que diz a Bíblia:

Onde não há conselho frustram-se os projetos...(Provérbios 15:22)

Quinta, 30 Dezembro 2010 09:30

Por que gostamos das más notícias?

Escrito por

Trocando o "Pão da Vida" pelo "pão que o diabo amassou".

Segundo o Dicionário Aurélio a Palavra Evangelho deriva do grego euangélion, 'boa nova', pelo latim evangeliu.
Sim, resumidamente a Palavra Evangelho pode ser definida como “boas novas” ou como “boas notícias”. Mas, por que gostamos tanto das noticiais ruins? Todos os dias ficamos sabendo de guerras, mortes, desastres naturais, falência pessoal. Gostamos de saber quem foi preso, quem perdeu tudo e está endividado, quais casais estão separando, quem está traindo o marido ou a esposa, quais filhos estão usando drogas ou coisas assim.

A pergunta que desafia o nosso coração é: por que gostamos tanto de notícias ruins? Por que temos essa “síndrome de urubu” de ficar voando acima da carniça? Logicamente os nossos jornais só falam de desgraça porque é isso que grande parte das pessoas gostam de ouvir, mesmo porque as empresas de comunicação sobrevivem da audiência que conseguem cativar.

Sabe, quando você está bem ninguém fala nada, mas quando você está na pior as pessoas se reúnem para falar de você ou para zombar da sua situação. Quantas e quantas vezes na “roda de amigos (ou de amigas)” só se fala mal dos outros, e o que é pior, quantas vezes nós participamos dessas reuniões, onde, a exemplo do médico legista, ficamos revirando o cadáver para descobrir por qual motivo ele morreu, sem nunca descobrir as muitas alegrias da existência da pessoa que estamos analisando.

Nesse ponto, o ditado popular de que “a boca fala o que o coração está cheio” é uma grande verdade. Não é atoa que os jornais, as novelas, os programas de auditório, as revistas estão recheados de coisas ruins. É a lógica do que é ruim. É a “síndrome do urubu”  sobrepujando o vôo do beija-flor. Enfim, é a lógica da maldade alimentando mais maldade ainda.

Parece que estamos doentes e precisando de cura. Não é possível que vamos passar a vida inteira só alimentando desgraça após desgraça. Maldade após maldade. Hoje a Palavra de Deus tem um tratamento especial para o meu e para o seu coração. Deus nos ama e não quer que a nossa vida se transforme num disk-entulho de desgraças.

Se por um lado Jesus é o Verbo, ou seja a Palavra, se por um lado o Evangelho pode ser traduzido como “boas novas”  como “boas notícias”, por outro, o apego às notícias ruins, a influência da maldade na vida das pessoas denotam, claramente, um afastamento da Bíblia, das revelações dos céus. Talvez, até de forma inconsciente a humanidade deixa de receber o bom alimento da parte de Deus, para se empaturrar com a maldade que prolifera nas relações sociais.

Na tentação de Jesus Cristo no deserto, quando, aqui na terra, o céu lutou contra o inferno, quando as boas notícias enfrentaram as más notícias, quando a boa influência esteve frente a frente com a influência maligna vamos encontrar uma revelação divina importante para as nossas vidas.

O Evangelho nos relata que o tentador chegou para Jesus e disse, se tu és o Filho de Deus, mande que estas pedras se transformem em pães ao que Jesus respondeu: - nem só de pão viverá o homem mas de toda a Palavra que sai da boca do Senhor.

Sabe o que está acontecendo conosco? Sabe o que o diagnóstico das Sagradas Escrituras nos diz? É que estamos perdendo a Palavra de Deus e nos alimentando do pão do maligno, ou na expressão popular, estamos trocando o “pão da vida” de Jesus, pelo “pão que o diabo amassou”.

Mas isso não é alimento para a vida de ninguém. Isso não alimenta a alma, isso faz mal para a existência. Mesmo estando com fome, mesmo em um momento de extrema necessidade  Jesus rejeitou esse pão no deserto para declarar que o que realmente alimenta a vida é a Palavra de Deus.

Jesus mudou as manchetes negativas na vida das pessoas porque o evangelho é a “boa nova”, as “boas notícias” para a salvação de todo aquele que crer. Vamos ver alguns exemplos na Palavra de Deus:

1. A má notícia seria: “Noivo passa vergonha porque faltou vinho o seu casamento”.
Jesus muda a história e a manchete tem que ser: “Noivo é abençoado porque Jesus, o Filho de Deus, transformou a água em vinho no seu casamento”.

2. A manchete negativa seria: “Doze homens que seguiam líder religioso morrem afogados numa tempestade no mar”.
O Evangelho muda a notícia para dizer: “Jesus acalma a tempestade para salvar a vida de seus discípulos”.

3. Plantão de notícias negativas da cidade de Naim: “Viúva desamparada sai para enterrar seu único filho”.
Plantão das boas notícias do céu afirma: “Jesus ressuscita o filho da viúva e os dois voltam felizes para a casa”.

4. Documentário negativo: A triste história do paralítico de Betesda que a trinta e oito anos vive à espera de um milagre que nunca chega”.
Documentário positivo do céu: Em poucos minutos Jesus curou o paralítico a beira do tanque de Betesda. Testemunhas dizem que após o milagre ele saiu carregando a própria cama”.

5. Tragédia: Avião da TAM explode e mata centenas de pessoas ao aterrisar no aeroporto de Congonhas. Entre os mortos estava o Pastor Luiz Antonio da Assembléia de Deus.
Plantão das Revelações Espirituais: Meses antes Deus já havia revelado o acidente ao Pastor Luiz Antonio e, antes de morrer, em um congresso em Camboriu ele testemunhou que estar com Deus é muito melhor do que viver nesta terra.

6. Out-door das más notícias: O salário do pecado é a morte.
Out-door do evangelho: Mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna por Cristo Jesus nosso Senhor.

Especialmente neste tempo quando as más notícias se multiplicam por todos os lados precisamos aprender a nos alimentar cada vez mais com a Palavra de Deus.

A Bíblia possui as melhores notícias para as nossas vidas, e apenas mais uma delas queremos deixar para o nosso coração. Diz o texto: “Porque estou certo de quem nem a morte, nem a vida, nem os anjos nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Ro.8:38 e 39).

Se alimente das boas notícias que só Deus tem para a sua existência.

Que neste site o “Pão da Vida” seja o alimento para substituir o “pão que o diabo amassou”.

Evangelista Paulo Marcos

Fonte: Jovens Consagrados

Sexta, 23 Julho 2010 12:35

Agenda Semanal - Assembleia de Deus

Escrito por

Fique por dentro do que acontece em nossa Igreja todos os dias.

(Confira o perfil de cada trabalho navegando neste site, envie-nos um email  ou ligue para nós no telefone  3821-3597  - horário comercial)

 

Domingo

09:00 – Escola Bíblica Dominical

10:45 – Ensaio Conjunto Jovem e Equipe de Louvor

12:00 – Programa Musical Inspirativo – Rádio Cultura (www.radiocultura770.com.br)

14:00 – Evangelismo e Ar Livre – Calendário da Secretaria de Missões e Evangelismo

18:30 – Oração antes do culto / Ensaio para Coral

19:00 – Culto aberto a todos os públicos (sede e congregações)

 

Segunda-Feira

14:00 – Culto de Oração e Libertação (sede e congregações)

18:00 – Ensaio do Coral Feminino (Templo Central)

19:30 – Culto com poder e milagres (Templo Sede)

19:30 – Culto em todas as Congregações

19:00 – Reunião para professores de Escola Bíblica Dominical

 

Terça-Feira

14:00 – Culto de Oração e Libertação (Congregações)

19:30 – Culto de Oração e Doutrina (Templo Sede)

 

Quarta-Feira

07:00 – Culto/Reunião do Círculo de Oração Jardim das Oliveiras

14:00 – Culto de Oração e Libertação (Sede e Congregações)

19:30 – Culto em todas as Congregações

19:30 – 1ª Quarta-feira do mês – Reunião do Conselho Consultivo

 

Quinta-Feira

14:00 – Culto de Oração e Libertação (Congregações)

14:00 – Atendimento Gabinete Pastoral (Agendar com antecedência pela secretaria)

19:30 – Culto com a participação das Congregações (Templo Sede)

 

Sexta-Feira

14:00 – Culto de Oração e Libertação (Sede e Congregações)

19:30 – Culto em todas as Congregações

19:30 – Ensaio do Coral da Igreja (Templo Sede)

19:30 – 1ª Sexta-feira após a reunião do Conselho Consultivo – Ceia no Templo Sede para 1º Grupo de Congregações;

 

Sábado

15:30 – Programa Musical Mensagem de Esperança com o Pr Antonio Cerqueira – Rádio Cultura (www.radiocultura770.com.br)

18:00 – Casamentos – Agenda com Secretaria -  (Templo Sede)

20:00 – Culto Jovem – Sede e congregações

19:30 – 1º  Sábado após a reunião do Conselho Consultivo – Ceia no Templo Sede para 2º Grupo de Congregações;

Segunda, 19 Julho 2010 07:19

Lições para os momentos de tristeza

Escrito por

Você já imaginou alguém ser apaixonado por um pé de abóbora? Parece que é mentira mas não é. Talvez você nunca ouviu falar sobre isso mas é a mais pura verdade. Deus deixou esse grande erro registrado nas Sagradas Escrituras. Pior ainda. Esse erro não foi cometido por um jovem inexperiente, por uma pessoa viciada, pelo filho pródigo ou pela mulher samaritana. Nada disso. Esse erro grosseiro foi cometido pelo Profeta Jonas. Sim! Aquele mesmo que desobedeceu a Deus, enfrentou uma tempestade, foi parar no ventre da baleia e, depois foi pregar para a cidade de Nínive.

Após cumprir sua missão, passar por tempestades e naufrágio, após enfrentar toda a cidade de Nínive com mais de cem mil habitantes, após ver aquela cidade transformada pela mensagem de Deus Jonas ficou triste, ficou deprimido, chegou a pedir a própria morte. Então, lemos no relato bíblico (texto abaixo), Deus fez crescer um pé de abóbora que fez uma sombrinha na cabeça do profeta e ele ficou tão feliz, só que, no outro dia, o pé de abóbora morreu e Jonas se entristeceu e pediu a morte novamente.

Conforme já dissemos esta história chega a ser difícil de acreditar. Ainda mais envolvendo um profeta, uma pessoa experiente e que já viveu muitas coisas na vida e na caminhada com Deus. É bem certo que todos nós podemos enfrentar mas este texto da bíblia nos faz pensar: Será que nas nossas tristezas e decepções não estamos nos apaixonando demais por aquilo que não tem valor? Será que estamos nos apegando existencialmente a coisas passageiras? Coisas que temos hoje mas que amanha não poderemos ter mais? E para piorar as coisas, será que estamos questionando a Deus coisas que já aconteceram e que não voltarão a existir novamente? Em meio a tantas perguntas, tantas reflexões, precisamos extrair da parte de Deus que nos servirão para entender as nossas dúvidas, pacificar nossos porquês, especialmente quando a dor, a tristeza ou o descontentamento visitar nosso coração. Se você está passando por momentos de tristeza, preste muita atenção no que a experiência do Profeta Jonas e na Palavra de Deus vamos encontrar uma orientação sólida e verdadeira para o nosso coração.

A primeira lição é: SE VOCE ESTA TRISTE, CUIDADO PARA NÃO SE APAIXONAR POR UM PÉ DE ABÓBORA. Sabe. Quem está triste se apaixona demais por qualquer coisa. Uma plantinha no jardim, um animalzinho de estimação, um carro ou um objetozinho qualquer passa a ter uma importância muito grande. Jonas no caminho da tristeza se apaixonou demais por um pé de abóbora, mas tem gente em nossos dias cujo pé de abóbora é um time de futebol, um cantor ou uma cantora, uma novela, seilá, mas certamente estou falando hoje com muitas pessoas que no caminho da tristeza estão dando um valor muito grande para aquilo que não tem tanto valor assim. Então, a partir de hoje, com a ajuda de Deus, para de se apaixonar, de entregar a sua vida para aquilo que não tem valor.

A segunda lição importante para nós é: SE VOCE ESTÁ PASSANDO POR MOMENTOS DE TRISTEZA, PARE DE BRIGAR COM O MUNDO POR AQUILO QUE JÁ PASSOU. O pé de abóbora morreu Jonas ficou triste e começou a brigar com Deus por causa daquilo que já havia ficado no passado. No caminho da tristeza as pessoas tendem a buscar uma fixação no passado, com aquilo que já passou. Já é uma pessoa adulta, já viveu muita coisa na vida e fica lembrando que quando era criança seu pai não deu um perulito, sua mãe não comprou uma boneca, seus colegas colocaram apelidos em voce. Pare de brigar com o mundo por causa de um fato que já passou. Olha, o mesmo Deus que tem nas mãos a vida das plantas, dos animais, dos pés de abóboras ou dos seres humanos nos ensina nesta passagem que não vale ficar a pena viver chorando por aquilo que já passou.

A terceira e última lição: QUANDO VOCE PASSAR POR MOMENTOS DE TRISTEZA NUNCA DEIXE DE DAR VALOR À PRÓPRIA VIDA E NEM PARA A VIDA DAS OUTRAS PESSOAS. Jonas ficou triste porque a cidade de Nínive havia se convertido. Havia mudado de caminho. O profeta quis morrer por isso. O profeta chegou a pedir a própria morte por causa de um pé de abóbora. Olha, seja nos momentos de tristeza ou não, precisamos redescobrir o valor da vida das pessoas e da própria vida também. Conforme já dissemos pessoas estão morrendo por causa de time de futebol, por brigas no trânsito, por ciúmes bobos. Seja a vida do profeta ou dos moradores de Nínive, a vida de todas as pessoas tem um valor incomensurável. Nos momentos de tristeza a pessoa pensa na própria morte, que não tem valor nenhum, que a vida das outras pessoas também não vale nada. Tome muito cuidado com isso. Nunca se esqueça que a sua vida tem um valor muito grande. Um valor especial e que seja por um pé de abóbora ou por nada de grande valor não vale a pena colocar a sua vida em jogo. A partir de hoje, com a ajuda de Deus, se preserve, se valorize, tenha novos caminhos, novos propósitos para o seu viver.

Sabe, num momento de tristeza o profeta Jonas se apaixono por aquilo que não tem valor, se prendeu no passado e perdeu o senso de valor da própria vida. Deus nos ensina nesta passagem que isso não pode acontecer comigo, não pode acontecer com você não pode acontecer com ninguém. A partir de hoje, com a ajuda de Deus, não prenda a sua vida em coisas que não tem valor, não fique se prendendo no próprio passado, e redescubra o valor que a sua vida e a vida de todas as pessoas possuem. Que Deus nos ajude a enfrentar os momentos de tristeza sem perder a pureza do coração.

Texto Base: Jonas 3:6 e 10; 11 – E fez o Senhor Deus nascer uma aboboreira, que subiu por cima de Jonas para que fizesse sombra sobre a sua cabeça, a fim de livrar do seu enfado; e Jonas se alegrou extremo por causa da aboboreira. Mas Deus enviou um bicho, no dia seguinte, ao subir da alva, o qual feriu a aboboreira e esta secou. (9) Então disse Deus a Jonas: E acaso razoável que assim te enfades por causa da aboboreira? E ele disse: É justo que me enfade a ponto de desejar a morte.

Main Menu