Cartas

Sexta, 03 Setembro 2010 18:57

Batismo no Espírito Santo e Emocionalismo

Escrito por
Avalie este item
(3 votos)

Um irmão nos escreveu a seguinte carta que serve de reflexão para todos:

“Sou membro da Assembleia de Deus e fiquei muito satisfeito pela criação desse site.

É muito importante que tenhamos mais esse instrumento de disseminação da palavra de Deus àqueles que necessitam da Sua palavra, bem como para nós, já crentes no Evangelho do Senhor Jesus Cristo.Bem...

Estou aqui para tentar conseguir uma orientação acerca de um assunto.Depois que aceitei Jesus como meu ÚNICO E LEGÍTIMO salvador, batizei-me e tive minha vida renovada em Jesus. Porém, diferentemente da maioria, ainda não fui batizado no Espírito Santo.

De forma geral, hoje ainda é difícil para mim discernir o que é a ação do Espírito de Deus de uma reação emocional ou mesmo resultado de sugestão ou manipulação psicológica.

Talvez por medo de passar por isso, eu esteja “bloqueando" o batismo no Espírito Santo, bem como o "mover de Deus" durante os cultos.

Sempre achei engraçado que todos que falam em línguas repetem basicamente um padrão; é como se sempre falassem a mesma coisa. Por exemplo, eu tenho um amigo que parece falar sempre a mesma ?frase?. Sempre a mesma, não muda. Também tem uma senhora que fala diferente do meu amigo; mas também falando sempre a mesma ?frase?. Como se cada um tivesse sua ?frase celestial? decorada.

Eu gostaria de entender isso, de perder o medo, de "falar em mistério" genuinamente, mas também não quero viver uma experiência emocional nem basear minha vida cristã nessas experiências.

Entendo que toda a revelação de Deus se encontra na Bíblia; dela conhecemos Sua vontade, Seu plano e entendemos mais da pessoa Dele. Se eu me apoiar na emoção para confirmar a ação do Espírito na minha vida, posso quebrar minha cara no dia em que eu não sentir essa "emoção" e passar a acreditar que Deus se afastou de mim.

Eu conheço e creio na passagem bíblica em Atos em que houve o batismo pelo Espírito Santo e os batizados falaram em diversas línguas estranhas. Mas quando ouça as mesmas repetições estranhas; não consigo deixar de sentir que o que ouço não passa de um fenômeno de "repetição de sons?.

Por favor, não quero que me interpretem mal. Tenho medo porque está escrito que o pecado sem perdão é a blasfêmia contra o Espírito Santo (Marcos 3:29); nesse erro eu não gostaria de incorrer. E o que eu poderia fazer pra mudar isso em mim. Por isso peço ajuda a vocês.”

RESPOSTA

Prezado Irmão em Cristo! A Paz do Senhor!

Obrigado por sua carta e por sua visita ao nosso site. Ore por nós para conseguirmos comunicar as verdades sagradas do evangelho com a dignidade com a qual ela deve ser transmitida.

No início da sua carta você fala de sua conversão e como ela foi maravilhosa em sua vida. Mas depois apresenta um dilema de ainda não ter recebido o Batismo no Espírito Santo, trazendo algumas observações que você percebeu na vida de outros irmãos e irmãs com quem convive, especialmente o que se refere ao “falar em outras línguas”.

Bom, em primeiro lugar, desde a conversão o Espírito Santo está agindo diretamente em você. Glória a Deus por isso! A vida do cristão, especialmente do pentecostal, é marcada pela presença do Espírito Santo e você está no caminho certo.

Lembre que o “novo nascimento” é um “nascer no Espírito”(Evangelho de João Capítulo 3). Nessa transformação maravilhosa o Espírito Santo já agiu em você e na sua carta você testemunhou isso. As Sagradas Escrituras nos afirma que o Espírito Santo testifica em nossos corações que somos filhos de Deus (Romanos 8:15 e 16). Se você sente que é “Filho de Deus”, essa verdade, essa convicção só é concedida pelo Espírito Santo, pois, quem é de Deus possui o Espírito Santo de Deus (Romanos 8:9).

Quando você busca o batismo no Espírito Santo é preciso que se recorde que você não está buscando algo distante, impossível ou que você não conhece. Não. Nada disso. Desde que você se converteu o Espírito Santo está agindo em você. Existe até um louvor do cantor Armando Filho, muito cantado nas igrejas que afirma:

“Ele está em você, o Espírito Santo se move em você,

até com gemidos inexprimíveis...”

Embora o contexto deste louvor seja de uma valorização do ser humano como Filho de Deus (Quero que valorize) a verdade de que o Espírito Santo está em nós, mora em nós, é inafastável da fé cristã, afinal, somos “templos do Espírito Santo” ou não somos? (I Coríntios 6:19 e 20).

Assim, continue buscando mas, relembre que o Espírito Santo já está agindo dentro de você.

Em nossa igreja somos cristãos pentecostais. Graças a Deus! Acreditamos no Batismo no Espírito Santo com a evidência de falar em outras línguas. Outros não acreditam assim. Embora respeitemos as opiniões de cada um, possuímos evidências bíblicas e pessoais que reforçam essa convicção.

A riqueza desse tema, que diga-se de passagem é sobrenatural e, portanto, não cabe em poucas letras, é muito extensa e não quero cansá-lo com muitos argumentos.

Mas  a promessa do Batismo no Espírito Santo veio com o profeta Joel (E acontecerá que nos últimos dias derramarei do meu Espírito sobre toda a carne – Joel 2:28), foi confirmada por João Batista ao dizer sobre Jesus Cristo (Ele vos batizará com Espírito Santo e com fogo), e se cumpriu no dia de pentecostes quando

“todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas conforme o Espírito Santo lhes concediam que falassem” (Atos 2:4)

O falar em outras línguas é uma evidência marcante do derramar do Espírito Santo. Outro relato maravilhosamente detalhado é o caso do Centurião Cornélio. Um oficial da corte italiana que estava em Cesaréia. Ele era pessoa temente a Deus e que certamente era inteligente como você é. Ele recebe a visita de um anjo em uma visão,  o qual manda que aquele centurião chamasse a Pedro. Simultameamente Pedro, que estava em Jope,  recebe outra visão de não considerar imundo o que Deus purificou. Quando eles se encontram e Pedro prega e evangelho, a presença de Deus era tão forte, tão sobrenatural que houve Batismo no Espírito Santo com a evidência de falar em outras línguas (Confira Atos 10, especialmente no final, versículos 44 a 48, mas todo capítulo é maravilhoso. Creio que fortalecerá sua fé e de todos que conferirem).

O falar em línguas também está comprovado na visita do Apóstolo Paulo a Éfeso (veja em Atos 19). Vendo que não eram batizados no Espírito Santo,  Paulo fez uma oração, impondo-lhes as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo e eles falavam em línguas e profetizavam.

Como você bem relatou, pode ser que algumas pessoas falem em línguas até por emocionalismo. Conheço relatos de pessoas que, mesmo supostamente falando em línguas estranhas, estavam na verdade endemoniadas e foram libertas em nome de Jesus. Sem sombra de dúvidas, por um lado,  devemos provar se os “espíritos vem de Deus (I João 4;1), mas por outro, não devemos ficar julgando ninguém. Como bem expressou Gamaliel, se esta obra for de homens perecerá, mas se for de Deus não poderemos destruí-la (veja Atos 5:38-39).

No mais querido irmão, continue buscando com sinceridade. Tenho a certeza de que você será batizado e experimentará uma nova e maravilhosa dimensão na fé cristã.

Quando isso acontecer nos escreva testemunhando.

Em Cristo Jesus, que nos batiza com Espírito Santo e com Fogo! Aquele que é o mesmo ontem,  hoje, e será para sempre (Hebreus 13:8)

Lida 7896 vezes

Main Menu